Our bodies are given life from the midst of nothingness. Existing where there is nothing is the meaning of the phrase, "form is emptiness." That all things are provided for by nothingness is the meaning of the phrase, "Emptiness is form." One should not think that these are two separate things.
Qui Mariam absolvisti
Press F11 for full screen mode
1.0.1: o mosquito

eu versão 1.01

__________________________________________________________________________________________________________________
http://snowce.tumblr.com http://inscriesblogspot.com http://comicartappreciation.tumblr.com http://grantbridgestreet.tumblr.com http://satangelica.tumblr.com http://blogue-job.blogspot.com http://artic-bar.blogspot.com http://corpestranhoblogspot.com http://escreve-com-sentimentos.blogspot.com http://.cante.chaoblogspot.com http://habitoescarlate.blogspot.com http://lysavetablogspot.com http://aidamonteiro.blogspot.com http://gotikkablogspot.com http://witch-contemplativa.blogspot.com/ http://pornoagrafia.blogspot.com http://terrasdegoreblogspot.com/ http://espaco-da-mariablogspot.com/ http://gothland666.blogspot.com/ http://vertigens1.blogspot.com/ http://pas-s-agesspot.com/ http://comaluzacesaspot.com/ http://aantecamaradaloucuraspot.com/ http://inconfidenciasdamariazinhaspot.com/ http://casadeosso.blogspot.com/ http://un-dress.blogspot.com/ http://anaabrunhosa.blogspot.com/ http://tradital.blogspot.com http://ponyxpress.wordpress.com/ http://dirty--vegas.blogspot.com/ http://sexosemnexopt.blogspot.com/ http://voosdeumanjonegro.blogspot.com/ http://sapatodecristal.blogspot.com/ http://veludosangue.blogspot.com/ http://ask-im.blogspot.com/ http://le-droit-d-aimer.blogspot.com http://voyeurdeblogs.blogspot.com/ http://elaelaela.blogspot.com/ http://mulholland-drive.blog-city.com/ http://polegarverde.blogspot.com/ http://umvoodeseda.blogspot.com/ http://bookofsorrow.blogspot.com/ http://artital.blogspot.com/ http://mariavaicomasostras.blogspot.com/ http://musgu.blogspot.com/ http://anapaulasenabelo.blogspot.com/ http://funfurde.blogspot.com/ http://pinknotdead.blox.pl/html http://choosearoyal.blogspot.com/ http://coisasqvoam.blogspot.com/ http://souputaegosto.blogspot.com/ www.myspace.com/backstageslutz http://www.aperfectcircle.com/ http://www.controverscial.com/Invocation http://www.pussycalor.com
__________________________________________________________________________________________________________________

20071025

o mosquito



começou como de costume. acordar com um zumbido e o tremido de um minúsculo ser voador a ressoar no ouvido.
adormeci de novo.
de manhã tinha a certeza de que o mosquito me havia picado. mas não o encontrei para acabar com ele. na noite seguinte voltou a acordar-me. estava maior, acho. o seu zumbido era mais forte. estava a crescer. com o meu sangue.
nunca o encontrei mas sabia que ele vivia no meu quarto.
tinha a sensação desagradável de que se o encontrasse não o conseguiria matar. talvez porque era como se fosse parte de mim, de certa maneira come se fosse meu filho . cresceu com o meu sangue, todas as noites, durante semanas, meses.
era enorme de facto. vivia debaixo da cama.
a partir de certa altura eu apenas deixava cair o braço para que ele não precisasse de sair debaixo da cama.
eu não o queria ver. a sua picada era mais uma dádiva de sangue da minha parte.
escondi-o dos meus amigos e familiares. protegia-o
de manhã ele passou a acordar comigo, e a picar-me o pescoço enquanto eu lavava os dentes e fazia a barba.
havia uma aparente telepatia entre nós.
eu estava atento aos meus prórios pensamentos não normais sobre este pequeno ser tão desagradável,
pensamentos que não ousava confessar, pois se o fizesse iria ter de escolher entre matá-lo, ou passar a mentir sobre ele,
em vez de apenas ocultar a sua existência...
era melhor assim,
iria continuar assim,
a minha curiosidade sobre até que ponto eu mesmo deixaria esta situação continuar era mais forte do que matar um pequeno ser vivo.
mas dormia mal,
e a presença de um insecto sempre na atmosfera do meu quarto não deixava de ser intimamente incómoda.
teria eu desenvolvido uma séria afeição pelo mosquito?
até que ponto poderia eu amar o meu próprio parasita?
afinal, qual o sentido da existência de mosquitos?
questão que me levou infelizmente à questão muito pouco util de "e afinal qual a razão da existência de pessoas como eu"?
que diferença essencial existirá entre nós?

talvez fosse melhor matá-lo e, com esse acto, matar também as questões incómodas que me zumbiam cada vez mais alto ao ouvido da consciência, e me faziam sentir sugado pelos meus próprios pensamentos e curiosidade.
Mas se o fizesse, se o fizesse, estaria de facto, no fundo, a alienar a última réstia de diferença que me separava dele.
A questão do mosquito, e decifrar as suas consequências, e observar a estranha simbiose que se estava a desenvolver entre nós passou a ser a razão profunda da minha existência.

No entanto, percebi depois, que todos estes pensamentos eram secundários. a questão profunda era mais simples, e mais terrível, e mais fácil de entender, e mais pacífica, e mais enigmática ainda.












____________

texto: versão 0.03
imagens: manipulação photoshop por versão 0.03

5 Comments:

Blogger un dress said...

- tomai e bebei, isto é o meu

corpO!

falas da mais sublime forma do

amOr?





:)

Thursday, October 25, 2007 2:36:00 pm  
Anonymous ela said...

I can get no sleep.


prosa poesia
&
pernas
que se abrem para os ciclos de fogo.

(adorei essa imagem)
________________________

Friday, October 26, 2007 10:00:00 pm  
Blogger NARNIA said...

Zerinhos
No fundo o que tu não queres é atrair Karma ;))

Friday, October 26, 2007 11:23:00 pm  
Blogger _E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Olhando à descarada...dir-te-ia que não existes (risos) e recomendar-te-ia um repelente forte. Sim...pq eu tapo-me toda mal ouço um suave zumbido...


parte profunda(em continuação)_
como me escondendo do que não quero saber...como fugindo do consciente aterrador...

Bom fim-de-semana;)
*************************baci

Saturday, October 27, 2007 8:52:00 pm  
Blogger 0.03 said...

Obrigado pelos todos inteligentes, sensíveis e femininos comentários.

fiquei e ainda estou a pensar em todos eles.

insomnia do espírito, vigília da alma, tremor do corpo

I.N.R.I.,
a pensar nos comentarios aprendi mais uma combinatória esotérica para a placa da cruz:

Iam (água), Nour (fogo), Ruach (ar) e Iabeshah (terra).

[ps: fight dark forces In the clear moon light Without fear...]

Sunday, October 28, 2007 6:17:00 am  

Post a Comment

<< Home