Our bodies are given life from the midst of nothingness. Existing where there is nothing is the meaning of the phrase, "form is emptiness." That all things are provided for by nothingness is the meaning of the phrase, "Emptiness is form." One should not think that these are two separate things.
Qui Mariam absolvisti
Press F11 for full screen mode
1.0.1: mais coisas com que deliro

eu versão 1.01

__________________________________________________________________________________________________________________
http://snowce.tumblr.com http://inscriesblogspot.com http://comicartappreciation.tumblr.com http://grantbridgestreet.tumblr.com http://satangelica.tumblr.com http://blogue-job.blogspot.com http://artic-bar.blogspot.com http://corpestranhoblogspot.com http://escreve-com-sentimentos.blogspot.com http://.cante.chaoblogspot.com http://habitoescarlate.blogspot.com http://lysavetablogspot.com http://aidamonteiro.blogspot.com http://gotikkablogspot.com http://witch-contemplativa.blogspot.com/ http://pornoagrafia.blogspot.com http://terrasdegoreblogspot.com/ http://espaco-da-mariablogspot.com/ http://gothland666.blogspot.com/ http://vertigens1.blogspot.com/ http://pas-s-agesspot.com/ http://comaluzacesaspot.com/ http://aantecamaradaloucuraspot.com/ http://inconfidenciasdamariazinhaspot.com/ http://casadeosso.blogspot.com/ http://un-dress.blogspot.com/ http://anaabrunhosa.blogspot.com/ http://tradital.blogspot.com http://ponyxpress.wordpress.com/ http://dirty--vegas.blogspot.com/ http://sexosemnexopt.blogspot.com/ http://voosdeumanjonegro.blogspot.com/ http://sapatodecristal.blogspot.com/ http://veludosangue.blogspot.com/ http://ask-im.blogspot.com/ http://le-droit-d-aimer.blogspot.com http://voyeurdeblogs.blogspot.com/ http://elaelaela.blogspot.com/ http://mulholland-drive.blog-city.com/ http://polegarverde.blogspot.com/ http://umvoodeseda.blogspot.com/ http://bookofsorrow.blogspot.com/ http://artital.blogspot.com/ http://mariavaicomasostras.blogspot.com/ http://musgu.blogspot.com/ http://anapaulasenabelo.blogspot.com/ http://funfurde.blogspot.com/ http://pinknotdead.blox.pl/html http://choosearoyal.blogspot.com/ http://coisasqvoam.blogspot.com/ http://souputaegosto.blogspot.com/ www.myspace.com/backstageslutz http://www.aperfectcircle.com/ http://www.controverscial.com/Invocation http://www.pussycalor.com
__________________________________________________________________________________________________________________

20071013

mais coisas com que deliro



Não há quase nada que eu mais delirio do que a good old film françês no Outono. Nos filmes franceses parece que é sempre Outono, e as roupas das mulheres são sempre folhas de Eva a cair, bem como os cabelos dos homens e os seus cigarros. Os actores ou são sempre os mesmos ou são quase sempre os mesmos, tal como a nossa família e os amigos.
Desde que soube da mostra do cinema francês que ando a sentir a falta de um Godard na veia, ou um Truffaut, (espero que as consonantes estejam todas no lugar) ou um assim. Primeiro fiquei desiludido com o filme Avida, saiu-me um surrealista à moda de Buñuel com paisagens humanas Lynchianas e uns apontamentos de Non-sense Inglês dos anos 70. Mas hoje, hoje acertámos. "Pintar ou fazer o Amor" (Paindre ou Faire L'amour), e foi verdadeiramente surpreendente. Tão francês tão francês que até passava uma canção do Jacques Brel, que servia de afrodísiaco para aventuras lascivas pós-modernas.
Ecce l´Homme et la Femme. Ho la la, bof, mais c'est bien vrai, les Bourgeois nous sommes comme les cochons, des cochons chic bien sûr, mais des cochons quand même.
E a grande vantagem do cinema frânces é que, sendo financiado e não precisando de fazer bilheteira, pode tornar-se como todas as formas de arte independentes do valor da sua própria venda, do seu consumo, como todas as formas de inutilidade, pode tornar-se dizia eu, uma forma de reflexão sobre a sociedade. Nós, os "burgueses" latinos europeus, podemos ver-nos ao espelho sem a constante intromissão de psicopatas, terroristas, monstros, super-heróis e etc, com recurso aos quais a indústria de filmes american(izad)os vão insidiosamente construindo a paranóia social surda com que justificam o psicótico fundamentalismo religioso, militar, policial e maníaco dos seus financiadores. Como diria Shakespeare,somos feitos da mesma matéria do que os nosso sonhos. A que Brel, com Orwell a apoia-lo, poderia contrapor: e da mesma matéria que os porcos. E atenção, eu deliro com porquinhos.



Um surdo-mudo e dois viciados em quetamina falham o rapto do cão de uma multimilionária voluptuosa, que aproveita para os obrigar a realizar as suas últimas vontades.
...One of the highlights of the film is wonderful Velvet who makes mythical anti-Venus character so pure and powerful.


.






















"Pintar ou Fazer Amor", dos irmãos Arnaud e Jean-Marie Larrieu, apóia-se em clichês dos filmes franceses protagonizados por burgueses entediados...o casal faz amizade com o prefeito local, que é cego, e sua jovem e bela namorada. E iniciam uma relação de amizade com Adam e a sua companheira Eva (Amira Casar), que habitam a umas centenas de metros de distância. Será que há vida depois de 30 anos de casamento? Há e ela pode revelar-se deveras surpreendente. O amor surge e revela-se com toda a audácia da inocência. Como um casal no paraíso, ambos apresentarão um admirável mundo novo aos burgueses desiludidos.
----
texto: da "Folha de S. Paulo" e do "Público" e da net em geral.

8 Comments:

Blogger Condessa said...

Meu caro 0.02, perdão... 0.003 que por estes lados já se implantou a républica, talvez das bananas :P...
Sempre a originalidade a cantar mais alto no vosso espaço virtual... São poucas as vezes que venho poisar os meus dedos nas vossas excêntricas versões, mas confesso-vos... vale sempre a pena!
Beijo em vós na versão que escolherdes...

Saturday, October 13, 2007 6:10:00 pm  
Blogger 0.03 said...

Vossa Excelência quentíssima:
muito me deixa agradado, extasiado e entusiasmado a vossa visita aos meus imerecedores aposentos, que
se enchem de um perfume e tremores impúdicos sem igual pela passagem licenciosa de sua majestade ...

as práticas conventuais tântricas tem-me impedido de me esgueirar qual pequeno mamífero noctívago até aos vossos aposentos e vos vir ver e ver vir. Rojo-me às vossas saias rogando mais do que misericórdia, doce castigo...pois vossa maliciosa bondade não tem limites...

13 de Outubro de 2007 17:46

Saturday, October 13, 2007 8:18:00 pm  
Blogger _E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Saravá!

Cinema:) e cinema francês...

eu sinto-me sempre num cenário romântico...talvez pelos actores serem sp os mesmos (como familia e amigoa;)...) e pela língua.

Mas sublinho Shakespeare, e a ti:

"somos feitos da mesma matéria do que os nosso sonhos"


Beijos e bom fim-de-semana;)

Sunday, October 14, 2007 12:13:00 am  
Blogger [A] said...

[dos porquinhos:
http://seg2.blogspot.com/2007/10/pleix.html]

Monday, October 15, 2007 5:47:00 am  
Blogger Maria Ostra said...

Ah, agora já percebi!
(Funciono a retardador e ando com pouco tempo...)
Concordo, concordo e concordo!

Monday, October 15, 2007 1:37:00 pm  
Blogger un dress said...

ai que aqui às vezes

tanto arde

se arde

!tarde?

- nunca tarde.


.atentamente

à vigilância

e punição

mas sobretudo

aos projectos.

tanto mais belos

tanto mais doridos

quanto

improváveis


...


...



:)

Tuesday, October 16, 2007 2:10:00 pm  
Blogger 0.03 said...

"o mundo é bola de fogo nem todos ficam a arder",


dispositivos-máquinas-artíficios de fazer ver e falar, dispositivos de manipulação e domesticação.

estes gauleses terribles que nunca se rendem!. Eles ainda não se conformaram com Júlio César nem com Nelson. e ainda bien.


e

Mais vale retardar que nuncar :)

Wednesday, October 17, 2007 3:21:00 am  
Blogger Maria Ostra said...

:P

Thursday, October 18, 2007 4:54:00 pm  

Post a Comment

<< Home