Our bodies are given life from the midst of nothingness. Existing where there is nothing is the meaning of the phrase, "form is emptiness." That all things are provided for by nothingness is the meaning of the phrase, "Emptiness is form." One should not think that these are two separate things.
Qui Mariam absolvisti
Press F11 for full screen mode
1.0.1: Diário de um animal fora da Jaula. Dia da espiga (40 dias após a Páscoa); dia de aniversário da Velha de Carvalho

eu versão 1.01

__________________________________________________________________________________________________________________
http://snowce.tumblr.com http://inscriesblogspot.com http://comicartappreciation.tumblr.com http://grantbridgestreet.tumblr.com http://satangelica.tumblr.com http://blogue-job.blogspot.com http://artic-bar.blogspot.com http://corpestranhoblogspot.com http://escreve-com-sentimentos.blogspot.com http://.cante.chaoblogspot.com http://habitoescarlate.blogspot.com http://lysavetablogspot.com http://aidamonteiro.blogspot.com http://gotikkablogspot.com http://witch-contemplativa.blogspot.com/ http://pornoagrafia.blogspot.com http://terrasdegoreblogspot.com/ http://espaco-da-mariablogspot.com/ http://gothland666.blogspot.com/ http://vertigens1.blogspot.com/ http://pas-s-agesspot.com/ http://comaluzacesaspot.com/ http://aantecamaradaloucuraspot.com/ http://inconfidenciasdamariazinhaspot.com/ http://casadeosso.blogspot.com/ http://un-dress.blogspot.com/ http://anaabrunhosa.blogspot.com/ http://tradital.blogspot.com http://ponyxpress.wordpress.com/ http://dirty--vegas.blogspot.com/ http://sexosemnexopt.blogspot.com/ http://voosdeumanjonegro.blogspot.com/ http://sapatodecristal.blogspot.com/ http://veludosangue.blogspot.com/ http://ask-im.blogspot.com/ http://le-droit-d-aimer.blogspot.com http://voyeurdeblogs.blogspot.com/ http://elaelaela.blogspot.com/ http://mulholland-drive.blog-city.com/ http://polegarverde.blogspot.com/ http://umvoodeseda.blogspot.com/ http://bookofsorrow.blogspot.com/ http://artital.blogspot.com/ http://mariavaicomasostras.blogspot.com/ http://musgu.blogspot.com/ http://anapaulasenabelo.blogspot.com/ http://funfurde.blogspot.com/ http://pinknotdead.blox.pl/html http://choosearoyal.blogspot.com/ http://coisasqvoam.blogspot.com/ http://souputaegosto.blogspot.com/ www.myspace.com/backstageslutz http://www.aperfectcircle.com/ http://www.controverscial.com/Invocation http://www.pussycalor.com
__________________________________________________________________________________________________________________

20070518

Diário de um animal fora da Jaula. Dia da espiga (40 dias após a Páscoa); dia de aniversário da Velha de Carvalho






Segundo o calendário litúrgico (ai que regurgito já aqui), na Quinta-Feira da Ascensão comemora-se a ascensão de Jesus Cristo ao Céu, encerrando um ciclo de quarenta dias após a Páscoa. Mas neste dia celebra-se igualmente o Dia da Espiga ou Quinta-Feira da Espiga. Sobretudo no Sul do País é tradição as pessoas irem para os campos apanhar a espiga de trigo e outras flores silvestres, fazendo ramos simbólicos da fecundidade da terra e da alegria de viver; algumas espigas, geralmente de trigo, simbolizam a abundância, as papoilas, rosas, margaridas e malmequeres a beleza e o ramo de oliveira a paz. Este ramo, em número de combinações variáveis conforme as localidades, pendura-se dentro de casa e aí se conserva durante um ano, até ser substituído pela “espiga” do ano seguinte.

Crê-se que este costume tenha as suas raízes num antigo ritual cristão que consistia na bênção dos primeiros frutos, mas as suas características fazem-no adivinhar origens mais remotas, muito provavelmente em antigas tradições pagãs associadas às festas em honra da deusa Flora que ocorriam por esta altura. No entanto, por ter tanta ligação com a Natureza, pensa-se que vem bem mais de trás no tempo, talvez de antigas tradições pagãs associadas às festas da deusa Flora que aconteciam por esta altura e às quais se mantém ligada à tradição dos Maios e das Maias.
http://www.cm-loule.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=122&Itemid=104

Nas Maias portuguesas, acendem-se as Fogueiras de Maio, e os Postes de Maio são levantados. As mulheres usam coroas de flores (tradição que pode vir do culto à Deusa Flora, também celebrada por estes dias) e todos dançam ao redor das chamas. No Alentejo, dá-se-lhe também o nome de «Festa das Cruzes» (como em Barcelos), que esteve proibida durante muitos anos, sendo restaurada por iniciativa popular depois do 25 de Abril - não conta com a intervenção das autoridades eclesiásticas...

As consagrações florais, as Maias (bonecos, raparigas ou rapazes) e o repasto tradicional rural composto de figos e medronho assumiam, no Algarve, as fórmulas de defesa da Primavera que se consolidava. Tradição agrária antiga, que misturou variadas práticas, remonta às festividades romanas da “Florália”, dedicadas à deusa Flora e a cultos medievais germânicos de Santa Valpurgis, conforme investigação do etnólogo Ernesto Veiga de Oliveira.

(http://gladio.blogspot.com/2007/05/o-primeiro-de-maio-maia-e-beltaine.html)


A Velha De Carvalho

fez 82 anos. No lar, 4 gerações lá foram testemunhar. A velha que assombrou e gerou, que roubou e que deu, que matou e fez renascer. A velha que se divorciou e foi para a América sem nada e voltou rica. A velha que rebentou com não sei quantos homens, pelo menos 2 maridos que eu saiba e também incluindo o seu filho, o meu pai.

Esta mulher é poderosa. Mas eu apanhei-a...Foram precisos dois homens feitos para a dominar psicológicamente quando ela já não conseguia andar e estava num lar. Dominar, não, amansar, humanizar, torná-la uma pessoa. A Velha, a grande velha. Grande Besta selvagem.

A Quarta Geração
Estás cada vez mais fixe miúda. Hoje andei a fazer de teu chauffer, com todo o prazer. Falar contigo salva-me de pensar no horror. Toca a fazer os trabalhos de casa na sala, e depois explorar a mansão da avó, a misteriosa e tremenda avó. Deixei-te na natação e fui ler estatística para a Praça das Flores, depois deixei-te com os teus pais no Jardim da estrela, e fui treinar matraquilhos para o Chafariz de Dentro. Vou estar sempre de olho em ti enquanto cresces. E com uma moca de Rio Maior por perto. Ainda vivo por ti e pelos teus irmãos, depois de ter perdido tudo o que estava dentro de mim, algures este inverno.




Diário de um corno bravo à solta em Lisboa

Hoje estive quase a ir à Brandoa resolver um assunto de uma vez por todas... Mas um anjo mandou um sms "...apetece-me ter um f.semana relaxado. Buga à praia?"
Foi como um raio de mel do céu, a clarear os gases putrefactos do inferno e dos mortos vivos que me têm intoxicado. Em dia de espiga, pisam-se bostas de cão na Brandoa, e cantam-se hinos nazis de estéreis e cópias mal amanhadas de puberdades norte americanas, tal como "Hate me", "Whore" e outras eclesiásticas missas de Thanatos.
Foi um anjo de Jade que me salvou de chafurdar no nojo que me ofereceram em troca de amor, e que salvou a cntura industrial de Lisboa de um banho de sangue à muito esperado.

Dirigi-me rápidamente ao B.A. e à Graça Brandão para a inauguração da Ana Maria Maiolino, pelas graças de uma Arcanjo. sim, a Gi é uma arcanjo; abre as portas do novo sobre-mundo Lisboeta
e depois de umas tulipas de champagne com gelado de limão, fui puscar o Pandeiro a casa e dirigi-me ao Castelo, para a Jam session de world music, com o Lobo (este verdadeiro, não um cão rafeiro abandonado pela matilha de lobos dos Moonspeel, que julga que é lobo com o cérebro carcomido pelo Tetrahidrocannabinol...).
A Jam acabou muito bem com o Foxy Lady do Hendrix. (É claro que não digo o nome do bar para que miasmas de aprendizes de bruxas nem sequer sonhem que existe um sítio onde se toca, de facto, viola baixo, em vez de fazer balouçar as cordas com dedos inábeis (X dixit...) de guitarrista incapaz renegado ao baixo...

As ondas de vida da Floralia Nocturna encheram-me de paz e lavaram-me por mais um dia a alma.
A luta continua...O Processo Revolucionário está em Curso, embora algumas informadoras e colaboradoras nazi-fascistas já se re-convertam ao catolicismo para se tentar proteger nas Igrejas...As igrejas queimam-se, esse é aliás o passatempo favorito dos verdadeiros bárbaros...

2 Comments:

Blogger Z said...

Man!!! Tinha perdido o rasto a este blog e (re)descubro que isso é quase um crime!
Tinha saudades de um sub-mundo (qualquer sub-mundo neste momento quase me serviria, mas este tá muito bem) Lisboeta... mas chego aqui e recebem-me os RATM!
De resto estes posts não são pra comentar... são pra ver e disfrutar (desculpa o voyeurismo, mas se postas tão "pessoalmente" imagino que estejas preparado para a exposição!)
Cumprimentos blogoesféricos e contínua a dar-nos "food for mind"!
Até breve.

Friday, May 18, 2007 1:53:00 pm  
Blogger 0.02 said...

Oi Z!
bem regressado, obrigadão pelo comentário.
;)

Sunday, May 20, 2007 6:28:00 am  

Post a Comment

<< Home